Em dia de combate ao abuso infantil, Conselho Tutelar lembra casos de proteção a menores 

18/05/2016 - 16:40

 

No Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, os conselheiros tutelares de Monte Alto lembraram de como uma rede formada por profissionais de diversas áreas pôde ajudar uma menina de 15 anos abusada pelo meio-irmão.

O crime foi descoberto no começo de janeiro deste ano. A menina morava em Pernambuco e mudou-se para Monte Alto após a morte de sua mãe. Segundo o relato da vítima, sua cunhada a segurava enquanto seu irmão introduzia sua mão e objetos em sua vagina. Os abusos duraram um mês, desde o dia em que ela chegou à casa de seu irmão até ter sido deixada em frente ao pronto atendimento municipal com uma forte hemorragia, resultado da violência sexual. A menina ainda disse que o filho do casal, de três anos, assistia a tudo.

Segundo os conselheiros tutelares, a equipe do pronto atendimento e da Santa Casa atenderam-na de forma ágil e eficiente, tentando minimizar os danos causados pelos abusos. "A cirurgia foi muito bem sucedida e ela recebeu todos os medicamentos contra doenças sexualmente transmissíveis no menor tempo possível, a fim de não se contaminar", lembrou a conselheira Marcia Almeida Deluca.

A jovem ficou internada uma semana na UTI, e mesmo em estado delicado recebia visitas de uma psicóloga, para avaliar sua condição emocional. Ainda hoje, um profissional do Centro de Atenção Psicossocial visita a jovem regularmente na instituição onde está abrigada. "Ela frequenta a escola normalmente, é uma jovem alegre", comentaram os conselheiros.

O filho do casal acusado dos abusos também está em uma instituição de Monte Alto, já que os pais estão presos preventivamente desde que a jovem foi internada. Os conselheiros explicaram que casos graves como esses normalmente são enviados para a unidade de emergência do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. "Mas nos orgulhamos em ressaltar que os dois menores tiveram atendimento em Monte Alto", completaram.

A data
O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi estabelecido em 18 de maio em decorrência de um crime bárbaro que chocou o Brasil. Em 18 de maio de 1973, com apenas oito anos, Araceli Cabrera Sanches foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada no Espírito Santo.

O caso trágico ocorreu na cidade de Vitória, e mesmo com o corpo encontrado seis dias depois desfigurado por ácido, poucos foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade colaborou com a impunidade dos criminosos.

A partir de 2000, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para lembrar que a população brasileira deve se unir e se manifestar contra esse tipo de violência.

 (Monte Alto Agora)

 

Endereço: Coronel Pires Penteado, 335 Centro - Monte Alto, SP

Horário de Atendimento: das 08h:00 ás 16h:00

Número de Telefone: (16) 3242-7851 | (16) 3242-1329

E-mail: conselhotutelar@montealto.sp.gov.br

 

Todos os direitos do site são reservados - Conselho Tutelar, Monte Alto/SP.

  • Facebook Social Icon